quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Por causa de Dilma em alta nas pesquisas: dólar dispara, ações da Petrobras derretem e bolsa despenca


Tem sido sempre assim, quando novas pesquisas trazem números favoráveis a reeleição da presidenta, os investidores reagem com brutal desconfiança. Nesta segunda não foi diferente, mais uma vez as ações da Petrobras, das estatais e a Bovespa foram golpeadas.Na mesma proporção o mercado de câmbio nervoso fez o dólar fechar na maior alta desde dezembro de 2008.

O Real teve a maior desvalorização entre os emergentes 

A uma semana das eleições, os investidores reagiram novamente, de forma negativa à maior probabilidade de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). Com isso, o dólar fechou em seu maior patamar desde 2008, período em que os mercados eram fortemente afetados pela crise financeira global. A moeda americana fechou em alta de 1,69%, a R$ 2,455 na compra e a R$ 2,4570 na venda. Esse é o maior valor desde os R$ 2,471 de 9 de dezembro de 2008. Nesse cenário real é a moeda que apresenta a maior desvalorização frente ao dólar entre todos os países emergentes.

A reação também foi negativa na Bolsa brasileira. O Ibovespa, principal índice do mercado de ações local, fechou em queda de 4,52%, aos 54.625 pontos, o maior tombo desde 22 de setembro de 2011, quando o recuo foi de 4,82%.

Operadores do mercado confirmam que grande parte desse movimento pode ser atribuído ao cenário eleitoral, com uma aversão de grande parte dos agentes de mercado a um novo governo do PT.

A volatilidade da atual eleição só não é maior do que a ocorrida no pleito de 2002, quando o temor em relação ao então candidato Luiz Inácio Lula da Silva fez o dólar chegar aos R$ 4. O comprometimento do candidato, ao lançar a “Carta aos Brasileiros’, com as diretrizes do que seria o seu governo, ajudou a acalmar os agentes do mercado financeiro na época.

Esse tipo de reação está acontecendo há alguns meses, tanto no mercado acionário como no mercado de câmbio.

Em geral, a maior parte do mercado financeiro é contrário à reeleição de Dilma, por entender que o seu governo é muito intervencionista e que a vitória da oposição poderia ser favorável a medidas que visem o crescimento da economia e melhor gerenciamento das estatais, incluindo aí a Petrobras.

A petrolífera brasileira, foi o principal motivo para derrubar a Bovespa nesta segunda-feira: as ações da Petrobras acabaram sendo as mais atingidas, no fenômeno da desconfiança do mercado a continuidade do governo de Dilma - os papéis de estatais e dos bancos fazem parte do “kit eleições”.

Os papéis da Petrobras, preferenciais (sem direito a voto) despencaram 11,17% e os ordinários (com direito a voto) tiveram um tombo de 10,44%.

Os papéis de outras estatais também foram atingidos. As ações sem direito a voto da Eletrobras recuaram 3,69% e as com tiveram queda de 6,13%. Já no caso do Banco do Brasil, a desvalorização foi de 8,54%. Outros bancos também registraram forte queda, sendo que Itaú Unibanco caiu 7% e Bradesco recuou 7,03%.

As ações da Vale também operaram em queda, após a tonelada do minério de ferro, seu principal produto, ter atingido US$ 77,97 na China, segundo dados da Bloomberg. Os papéis preferenciais da mineradora caíram 1,97% e os ordinários recuaram 1,59%.

Até sair o resultado final do 2º turno, a pisada vai ser essa. Imagina se ela ganha.

Pernambuco


Briga de facções: José Dirceu se irrita com declarações de Luiz Marinho sobre mensalão ter prejudicado o PT em SP


Ex-ministro, da sua residência, onde foi passar o fim de semana, de folga da cadeia, comentou ser inaceitável afirmação de que mau desempenho do PT em SP está ligado à prisão de mensaleiros. Com chances de estar no regime aberto, já a partir de novembro, o perigoso, vingativo e mafioso Dirceu começa a preparar sua volta à cena política brasileira. Que Deus nos acuda!
Foto: Pedro Ladeira / O GLOBO

José Dirceu conversando com advogada no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, no início do cumprimento da pena 



Fonte: O Globo

Segundo o jornal O Globo, o ex-ministro da Casa Civil e o principal político condenado no processo do Mensalão, José Dirceu, se irritou com as declarações do prefeito de São Bernardo do Campo (SP) e coordenador da campanha de Dilma Rousseff em São Paulo, Luiz Marinho, que atribuiu o mau desempenho dos petistas no Estado à prisão dos condenados no mensalão. Marinho, em entrevista ao Estado de S. Paulo, afirmou que o PT está "penando" entre os eleitores paulistas.

"Além disso, tem a prisão dos companheiros, um conjunto de debates na sociedade que foi muito negativo em São Paulo. É por isso que nós estamos penando na disputa". O prefeito afirmou ainda que a prisão dos correligionários "impactou muito a nossa imagem. Isso é inegável".

Dirceu, que passou o último final de semana em casa, com a família - benefício assegurado a quem cumpre o regime semiaberto a cada 15 dias - se irritou e ficou incomodado com as declarações de Marinho. A alguns amigos, não escondeu seu descontentamento.

— É inaceitável. Como ele (Luiz Marinho) diz uma coisa dessas?! — afirmou Dirceu a interlocutores.

Marinho se referiu tanto ao desempenho de Alexandre Padilha (PT), candidato ao governo e que na última pesquisa Datafolha, divulgada na última sexta-feira, aparece em terceiro lugar com apenas 9% das intenções de voto, como de Dilma, que tem 27% dos votos dos paulistas, contra 34% de Marina Silva (PSB).

Segundo ainda o jornal, a assessoria de imprensa de José Dirceu negou que o ex-ministro tenha feito comentários durante o final de semana sobre as declarações de Luiz Marinho vinculando o desempenho de Padilha na eleição de São Paulo à prisão dos condenados no mensalão.

Trata-se de brigas internas de facções do PT. Dirceu deixou vazar o descontentamento, para queimar a imagem de Marinho, diante dos seus seguidores. Como o deputado Devanir Ribeiro (PT-SP) que apressou-se também em criticar as declarações de Marinho e disse que o caso mensalão não tem influência no mal desempenho de Padilha nas eleições e nem na performance de Dilma no estado. Para Devanir, o coordenador da campanha petista em São Paulo "errou na dose".

De outra facão, oponente a Dirceu, o deputado Paulo Teixeira (PT-SP), ex-líder do partido na Câmara, concordou com Luiz Marinho. Para Teixeira, que é da corrente "Mensagem ao Partido", as prisões dos condenados no mensalão no final do ano passado têm influência no desempenho de Padilha até agora.

Condenado a sete anos e 11 meses de prisão no processo do mensalão, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, já está gozando de uma relativa liberdade, como essa de 15 em 15 dias passar o fim de semana com a família, na verdade ele só vai passar apenas um ano atrás das grades. Preso em 15 de novembro do ano passado, já poderá ir para casa para cumprir lá o restante da pena em novembro deste ano. O benefício está previsto na legislação penal, que dá ao preso um dia de liberdade em troca de três trabalhados. Dirceu é auxiliar administrativo no escritório do advogado José Gerardo Grossi, um renomado criminalista de Brasília.

De acordo com a lei, depois de cumprir um sexto da pena, Dirceu poderia trocar o regime semiaberto, em que pode sair para trabalhar durante o dia e voltar para a prisão à noite, pelo aberto, em que pode ficar em casa. Matematicamente, isso aconteceria em março de 2015. Mas ele será liberado antes.

Segundo a Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal, já foram descontados 104 dias da pena total. Com isso, Dirceu já pode ir para casa em 27 de novembro. A data será ainda mais antecipada, já que ele continua empregado.

Tendo se livrado da acusação de formação de quadrilha, Dirceu acabou pegando uma pena pífia diante do crime e das circunstancia que o delito foi cometido. Endinheirado e maquiavélico, logo, logo, estará circulando com desenvoltura pela cena política brasileira como se nada tivesse acontecido.

Por outro lado, chega a ser constrangedor, O Globo o jornal admitir que Dirceu, preso encarcerado, disponha de uma “assessoria de imprensa”, que foi consultada para se pronunciar sobre a matéria. Bizarro, muito bizarro, bandido com assessoria de imprensa. Só no Brasil!

Comício em Pão de Açúcar, marcou início da trajetória política de Eduardo da Fonte em Taquaritinga do Norte




Em um comício realizado em Pão de Açúcar, distrito de Taquaritinga do Norte, na noite do último sábado (27), o deputado federal Eduardo da Fonte (PP) falou pela primeira vez ao povo daquela localidade e do município.

Ao lado do líder político Milton Cícero, de lideranças locais e do candidato a deputado estadual Dimas Dantas (PP), Eduardo da Fonte fez um discurso vibrante empolgando militantes e pessoas presentes na praça central do distrito.

Eduardo da Fonte (Foto: Paulo Pereira)
“É com muita alegria Milton, que estou aqui hoje vendo que estamos iniciando nesse momento, a independência de Taquaritinga e a independência de Pão de Açúcar que não aguentam mais ser administrada pelo atraso. E é com essa vontade de mudar, é com essa vontade de ver Pão de Açúcar viver novos momentos que eu estou vendo que essa caminhada, será uma caminhada vitoriosa do povo no dia 5 de outubro, porque temos ao nosso lado os homens e as mulheres de bem, temos ao nosso lado as pessoas que realmente querem a mudança, e é com essas pessoas que nós vamos construir o futuro de Pão de Açúcar! São com essas pessoas, que nós vamos dar a arrancada final para que a gente possa de fato no dia 5 de outubro eleger o meu amigo Dimas Dantas, que tem uma grande trajetória, que tem uma vida pública limpa e tem propostas importantes para toda região."
Em seu primeiro evento político no município, o deputado fez um brilhante discurso de apresentação e disse que trabalhará em parceria com Dimas Dantas para lutar por melhorias para Pão de Açúcar, Taquaritinga do  Norte e região.

“Por isso Dimas, eu não tenho a menor dúvida, que você será um dos melhores deputados estaduais de Pernambuco e é ao seu lado que eu quero nos próximos quatro anos continuar essa briga em defesa do povo de Pernambuco na câmara federal. Eu lá em Brasília, defendendo os direitos do povo, daqueles que mais precisam, porque em sete anos e meio de mandato eu coloquei em primeiro lugar os direitos do povo de Pernambuco e conseguimos grandes conquistas, não só para Pernambuco mais para todo Brasil, onde, Começamos uma briga com a maior empresa privada do estado de Pernambuco que é a CELPE, que todos os meses explora o trabalhador e o pai de família na hora de pagar a conta de luz. Se a gente não tivesse pego essa briga, como é que estaria hoje o preço da energia elétrica do povo pernambucano. É uma briga desigual, é uma briga onde nós estamos enfrentando o maior poderio econômico do estado de Pernambuco, mas nós temos ao nosso lado o povo de Pernambuco que nos dá voz e nos legitima para poder continuar essa briga.”

O público presente na praça parou atentamente para ouvir as palavras de Eduardo da Fonte. O deputado destacou ainda suas principais ações na Câmara Federal, reafirmando sua luta em defesa do povo pernambucano.
Comício na praça central de Pão de Açúcar, Eduardo da Fonte falou para a população de Pão de Açúcar
(Foto: Paulo Pereira / PEmais)
“Nós temos cerca de 500 propostas na câmara federal, entre elas, a luta em defesa dos aposentados que veem perdendo o poder aquisitivo todos os meses, quando um aposentado adquire sua aposentadoria, ele recebe uns 5 salários mínimos, depois de seis anos ele só tem um e meio ou dois salários mínimos, perde poder aquisitivos todos os anos. Nós indicamos uma PEC que está tramitando na câmara federal, que reajusta as aposentadorias de acordo com o reajuste do salário mínimo, isso é um direito que nós temos que garantir aos aposentados que tanto trabalharam por nosso país.”

“Nós temos uma proposta também para as mulheres, onde eu peço que seja incluída na tabela do SUS, o exame preventivo de Câncer de Colo de Útero e Câncer de Mama e se necessário a operação preventiva para que as mulheres possam melhorar sua qualidade de vida e não sofram com essa doença que é tão triste." Frisou o deputado.

 Eduardo da Fonte encerrou suas palavras pedindo que as pessoas se empenhassem durante a reta final da campanha no município.




"Nossas propostas, ão propostas dedicadas ao povo de Pernambuco e é para que a gente possa continuar essas propostas, eu na Câmara Federal e Dimas na Assembléia Legislativa, que eu peço a cada um de vocês nessa reta final, que a gente possa votar nessa chapa, votando pra deputado estadual no meu amigo Dimas Dantas e no deputado federal do povo de Pão de Açúcar, do povo de Pernambuco. Vamos à luta para que a gente possa estar comemorando no dia 5 de outubro, a vitória da liberdade, a vitória do trabalho!” Concluiu Eduardo da Fonte.
Confira alguns momentos do evento:





terça-feira, 30 de setembro de 2014

Lazim vota assim


MAGNÍFICOS E FORRÓ MAIS EU EMBALAM O PÚBLICO NA PENÚLTIMA NOITE DA TRADICIONAL FESTA DE SETEMBRO

 O Público lotou a Avenida Padre Zuzinha na noite deste domingo (28), penúltimo dia da Tradicional Festa Setembro, em Santa Cruz do Capibaribe para ouvir o forró romântico da banda paraibana Magníficos e a música estilizada do Forró Mais Eu que abriu a programação musical e logo de cara esquentou o público.
 Em seguida a banda Magníficos subiu ao palco e emocionou a multidão com seu repertório romântico, consagrado há mais de 20 anos.
 “Nada melhor para uma festa familiar como é a de Setembro uma banda de forró romântico como é Magníficos, seu repertório é suave e agrada todos os públicos”, disse Edson Vieira, prefeito de Santa Cruz.
 A costureira de 19 anos, Liliane Souza falou que organização da festa de Setembro fez uma ótima escolha ao contratar a banda Magníficos.
 “A festa de Setembro está ótima, maravilha, eu espero que daqui para frente à festa continue assim, muito boa, a atração de hoje (Magníficos), é inesquecível”.
 Hoje (29), último dia da festa de Setembro será dedicado à musicalidade católica, a atração será o cantor, apresentador e compositor Diego Fernandes. Diego foi um dos primeiros a gravar CD e DVD no segmento católico.
 Camarote da Acessibilidade - Igualmente ao São João, a festa de Setembro também tem camarote da Acessibilidade, nestes quatros dias de festa ele recebeu aproximadamente 150 pessoas, entre deficientes e acompanhantes.
 “O camarote da Acessibilidade é uma boa oportunidade para os cadeirantes, eles têm a oportunidade de observar as atrações e o palco, têm a possibilidade de ficarem em um lugar reservado, as acomodações são as melhores possíveis, 100%, sem comparação”, falou Nadjailson Rodrigues que levou seu filho de nove anos para o camarote.

Comício de Diogo Moraes lota a Palestina



O deputado Diogo Moraes (PSB), único candidato de Santa Cruz do Capibaribe a realizar grandes eventos no domingo, mais uma vez demonstrou sua força política no comício deste domingo (28) no bairro da Palestina. Milhares de pessoas acompanharam os discursos dos vereadores e lideranças, do prefeito Edson Vieira e dos deputados Diogo Moraes e Bruno Araújo.

O deputado federal Bruno Araújo falou da importância de Santa Cruz no contexto regional, e disse que se sente bem na cidade e que encontra em Edson e Diogo dois grandes parceiros e que juntos irão trabalhar cada vez mais para que as transformações continuem a acontecer no município. “O voto é um instrumento de confiança. Confiem em mim, pois irei retribuir com muito trabalho”, disse Bruno.

O prefeito Edson Vieira falou para os presentes destacando que a atual administração é a que mais trabalhou pelo povo e na ocasião se comprometeu com os moradores da localidade a construir uma creche para as crianças. Edson também criticou o que ele chama de oposição do quanto pior melhor.
“Essa oposição critica e não faz nada, quanto mais falam de mim eu trabalho junto com Diogo e agora com Bruno. O calçadão e a duplicação da PE-160 são exemplos claros que a nossa união vem mostrando resultados”, disse Edson que pediu para que as pessoas votassem fechado no próximo domingo.
Último a discursar, o deputado estadual Diogo Moraes criticou a postura de alguns adversários que tentam enganar a população com falsas promessas. O parlamentar também desabafou em relação a obra da PE-160, uma das principais marcas do seu primeiro mandato. “Essa oposição do quanto pior melhor me massacrou dizendo que a duplicação não sairia do papel. Saiu sim. Quem passa na estrada vê que é uma grandiosa obra e está a todo vapor”, falou ele que parabenizou o prefeito pela excelente gestão e que agora com Bruno Araújo as transformações vão aumentar cada vez mais. “O que percebemos é que a partir do momento em que a transparência foi implantada na gestão pública as obras começaram a acontecer”, finalizou Diogo.

Vereador Jânio Arruda realiza maior evento político de 2014 em Taquariting do Norte

No último domingo 28, o vereador Jânio Arruda lotou o cinema em pleno domingo pela manhã, no maior evento político realizado nesse ano de 2014 em Taquaritinga do Norte.

Cerca de 600 pessoas estiveram no cinema para receberem os deputados Vinícius Labanca e André de Paula. Promovida pelo vereador Jânio Arruda, o encontro resultou em um compromisso de trabalharem em conjunto na Câmara e na Assembléia pelo desenvolvimento de Taquaritinga do Norte.

Agradecendo às lideranças presentes no ato, o vereador Jânio Arruda explicou sua opção por André e Vinícius.  Dizendo que faz da política “instrumento para transformar a vida das pessoas”, André de Paula falou da importância de ter Taquaritinga do Norte como base eleitoral, e que em Taquaritinga tinha amigos. Nomes como o de Borges, Marcelo Lalinha, Cacalo, Dé Cumarú, Dinho, Queiroz, vereadores e Bila Lages marcaram presença ao evento.

EM NOVA PESQUISA AÉCIO NEVES SE APROXIMA DE MARINA SILVA E DILMA ROUSSEF MANTÉM LIDERANÇA

Pesquisa da CNT/MDA divulgada nesta segunda-feira aponta os seguintes números na disputa pela presidência da República: Dilma Rousseff (PT) 40,4%; Marina Silva (PSB) – 25,2%; Aécio Neves (PSDB) – 19,8. Em relação ao levantamento anterior a petista cresceu 4,4 pontos, a socialista caiu 2,2 pontos e o tucano ganhou mais 2,2 pontos e já briga pelo segundo turno.

Na mesma pesquisa da CNT/MDA Luciana Genro (PSOS) cresceu de 0,9% para 1,2% e o Pastor Everaldo (PSC) caiu de 0,8% para 0,6%. Os outros candidatos aparecem com 0,5%, enquanto votos brancos e nulos somam 5,9%. Outros 6,4% não sabem ou não responderam.
Em simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, a presidente seria reeleita com 47,7% das intenções de voto, contra 38,7% da adversária, uma vantagem de nove pontos percentuais. Na pesquisa anterior, essa distância era de apenas um ponto percentual: 42% de Dilma contra 41% de Marina.
No cenário entre Dilma e Aécio, ela tem a preferência de 49,1% dos eleitores, enquanto o tucano aparece com 36,8%. No terceiro cenário, que simula a disputa de segundo turno entre Marina e Aécio, a candidata do PSB tem 41,1% das intenções de voto, contra 36% do presidenciável pelo PSDB.
Segundo a pesquisa, Dilma e Marina lideram a lista dos candidatos com mais probabilidade de receberem votos dos indecisos. Dos entrevistados que ainda não sabem em quem votar, 43,8% dizem que poderão votar na petista; 40,6% citam Marina Silva; 28,9% poderão votar em Aécio. A resposta era de múltipla escolha.

O Piscineiro - As melhores caixas de água pelos melhores preços você encontra aqui

O Piscineiro - Todas as caixa de água e piscinas pelo melhor preço da região


Promoção no Piscineiro

Balde de cloro por apenas 120,00 R$

Caixas de água pelos melhores preços do polo de confecções



"Nós precisamos acabar com essa polarização ridícula e com essa doença de votar por causa de uma cor." Diz Milton Cícero em comício em Pão de Açúcar

Foi em tom de indignação e desabafo, o comerciante Milton Cícero uma das principais lideranças políticas de oposição em Taquaritinga do Norte, falou ao povo de Pão de Açúcar em um comício realizado na praça central do distrito na noite do último sábado (27).
Milton Cícero / Foto: Paulo Pereira
"Em 2012, quando eu estive aqui com muita humildade, junto com amigos, nesta mesma praça, eu disse o quanto o povo iria sofrer, se essas pessoas que estão na prefeitura continuassem no poder. Hoje, dois anos depois, eu volto aqui e nós vemos com muita tristeza que tudo se confirmou. Porque apenas os que estão cegos e iludidos não vêem o quanto Pão de Açúcar está completamente abandonada!  É uma vergonha para um distrito que quer ser cidade, ter políticos tão irresponsáveis como estes que estão na prefeitura. Nós não temos mais nada aqui, porque eles acabaram com tudo! Não temos Saúde, não temos Segurança, não temos sequer um campo de futebol para nossos filhos ocupar o seu tempo ocioso. E é por isso que eu volto aqui e se tivesse apenas uma pessoa aqui nessa praça eu falaria para ela, porque nós não podemos nos calar diante de tanta irresponsabilidade e falta de respeito com o povo de Pão de Açúcar e de todo município."

Milton chamou atenção da população e teceu fortes críticas aos candidatos apoiados por seus adversários no município, destacando a importância de ter deputados dispostos e que tenham responsabilidade para atender as necessidades do município.

"Nós precisamos acabar com essa polarização ridícula e com essa doença de votar por causa de uma cor. As pessoas desse lugar precisam acordar urgentemente e deixar de ser enganadas por gente que só pensa no seu bem! É gente que só agora em tempo de campanha vem bater na casa do povo com as mesmas conversas mentirosas para continuar afundando Taquaritinga do Norte na lama. Chega de ser enganado minha gente! É hora de mudar tudo isso, é hora de pensar no futuro de nossos filhos, netos e irmãos. É hora de pensar em Pão de Açúcar e em todo município e dar a resposta a esses políticos só favorecem os poderosos e que deram as costas ao nosso povo."

Finalizando suas palavras, sempre muito aplaudido entre suas falas, Milton fez a apresentação e reafirmou seu total apoio aos candidatos Dimas Dantas (PP) e Eduardo da Fonte (PP), para o público presente na praça do distrito.

Eduardo da Fonte, Dimas Dantas e Milton Cícero durante comício em Pão de Açúcar / Foto: Paulo Pereira

"Eu não iria trazer Dimas Dantas aqui se eu não confiasse nele e não conhecesse sua história política. Muita gente diz que Dimas muda de lado, mas na verdade, o lado de Dimas sempre foi o lado do povo porque ele não se corrompe como muitos políticos que são apoiados por pessoas de nossa terra. Dimas é um defensor de nossa região e conhecendo sua história nós sabemos que ele vai lutar  com muita determinação para conquistar as coisas Pão de Açúcar, Taquaritinga e toda essa região precisam."

"Eduardo da Fonte é um político que tem dedicado sua vida a defender os mais carentes, é um homem que precisa continuar trabalhando para defender o povo de Pernambuco. Nós sabemos de suas lutas para reduzir o valor da conta de energia e de seus projetos, e é com muito orgulho que hoje apresentamos Eduardo da Fonte a Pão de Açúcar e a Taquaritinga do Norte. Nós precisamos ter representantes fortes em Brasília, para que nossas reivindicações sejam atendidas sem enrolação, por isso estamos apoiando Eduardo da Fonte para deputado federal, porque sabemos que ele não vai nos decepcionar e vai ajudar a mudar a realidade de nosso município."


"Por isso meus amigos e amigas, é muito importante que cada um de nós faça nossa parte e entre nessa batalha para o bem de nossas famílias, de Pão de Açúcar, Gravatá do Ibiapina e toda Taquaritinga do Norte. Não vamos deixar o atraso continuar acabando com nosso município, e para isso, precisamos começar a mudança desde agora. Conto com vocês para que no dia 05 de outubro possamos ir as ruas comemorar as vitórias de Dimas Dantas e Eduardo da Fonte!" Encerrou Milton.

Por Paulo Pereira

Cacalo afirma com exclusividade que ele ou o pai será candidato em 2016

O ex vereador Cacalo (PSD) de Gravatá do Ibiapina, distrito de Taquaritinga do Norte, afirmou ao nosso Blog no último domingo 28 que ele ou Dé Cumarú seu pai será  candidato a vereador em 2016.

Cacalo afirmou que o distrito de Gravatá não pode ficar sem representante. Ele também afirmou que o que poderia tirar ele ou o pai da disputa seria se o vereador Jânio Arruda não ser o candidato a prefeito, ai a família Cumarú não lançaria candidatura a vereador.

Cacalo vai disputar uma das possíveis cinco vagas que o grupo do vereador Jânio Arruda vai eleger em 2016. A cada dia a chapa do grupo de Jânio fica mais forte e nomes como dos vereadores Demar e João da Banda, Borges, Nô Custódio, Junior Albuquerque, publicitário Paulo Pereira, Biu do Pastel, Andrea, Bila Lages estão entre os favoritos a conquistar essas vagas.

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Na reta final da campanha, corrente do PT rompe com Armando e João Paulo para apoiar Frente Popular


Segundo Gilson Guimarães, um dos membros da Executiva Estadual do PT e coordenador da campanha da presidente Dilma Rousseff no Estado, a decisão de romper com a campanha majoritária está sendo discutida desde a última segunda-feira (23). Esse grupo apoia agora Paulo Câmara, para Governador e Fernando Bezerra para Senador
Foto: Divulgação
Lula, Dilma e Armando em ato de campanha. Na verdade Armando nunca foi o candidato dos sonhos do PT de Pernambuco. 
 
Fonte:  Blog do Jamildo

Insatisfeita com algumas posturas adotadas pelo Partido dos Trabalhores (PT) na campanha eleitoral em Pernambuco, uma das correntes da legenda PTLM (PT de Lutas e Massa) decidiu neste domingo (28) abandonar o barco petista para apoiar os candidatos da Frente Popular – Paulo Câmara, ao governo de Pernambuco, e Fernando Bezerra Coelho para o Senado. Em nota enviada ao Blog do Jamildo, o grupo relata descontentamento com a aliança do partido com o candidato Armando Monteiro e fala ainda do autoritarismo de lideranças na coordenação da campanha.

“O PT de Pernambuco vem seguindo um caminho que o afasta dos seus princípios éticos fundamentais. Desde 2012, nas prévias para eleição à Prefeitura do Recife, vimos o PT desprezar sua democracia e descumprir suas decisões de encontros do partido”, diz o texto. Segundo Gilson Guimarães, um dos membros da Executiva Estadual do PT e coordenador da campanha da presidente Dilma Rousseff no Estado, a decisão de romper com a campanha majoritária está sendo discutida desde a última segunda-feira (23).

Depois de percorrer alguns municípios em encontros com os diretórios, o grupo redigiu um documento expondo as críticas às candidaturas de Armando e João Paulo (leia a íntegra abaixo).

Um dos pontos de insatisfação expostos por Gilson reside na postura das campanhas de Armando e João Paulo em “esconder” o nome de Dilma Rousseff nas propagandas eleitorais. “Até 15 dias atrás, havia a rejeição em ligar o nome dos candidatos com Dilma, porque ela estava em baixa nas pesquisas. Até as peças de João Paulo dizem que ele é de Lula e Dilma mal aparece”, criticou Gilson, que entregou esta semana a coordenação da campanha no Grande Recife.

A corrente dissidente também afirma que “neste momento é impossível não reconhecer que a aliança história Frente Popular, da qual sempre estiveram juntos PT, PSB e PCdoB trouxe conquistas irrefutáveis ao povo de Pernambuco”.

Mas, no âmbito nacional, a PTLM mantém a decisão de apoiar à reeleição da presidente Dilma Rousseff.

Antes do rompimento do PT com o PSB, há dois anos, o grupo era historicamente ligado ao ex-governador Eduardo Campos e aos socialistas. Desde as eleições municipais em 2012, a ala do partido criticava as atitudes tomadas pela cúpula do partido. Nas eleições para Prefeitura do Recife, a corrente apoiou o nome do ex-prefeito João da Costa, que foi derrotado nas urnas por Geraldo Julio, afilhado político de Eduardo Campos.

Na época, eles já criticavam o autoritarismo de membros da majoritária do partido, nas figuras do senador Humberto Costa e do atual candidato ao Senado pelo PT, João Paulo. Alguns estão insatisfeitos desde que o Diretório Nacional do PT determinou, em fevereiro, a saída dos seus filiados das gestões socialistas em Pernambuco.
Leia a íntegra da nota enviada pela Corrente PTLM
POR UM PARTIDO DEMOCRÁTICO
Nós filiados ao PT e militantes da Corrente Interna PTLM (PT de Lutas e Massa), ao longo de nossa trajetória política, sempre estivemos junto dos movimentos sociais e trabalhando para o avanço do partido em Pernambuco.

Constantemente dispostos ao diálogo, respeitamos a democracia e obedecemos o Estatuto do Partido nas polêmicas internas. Nunca nos esquivamos em apoiar qualquer companheiro petista, independente da Corrente na qual fosse ligado. Estivemos também presentes em todas as campanhas eleitorais, tanto das majoritárias como das proporcionais, por meio dos candidatos com os quais mantivemos forte afinidade política e ideológica.

Hoje, no entanto, constatamos mais uma vez que o PT de Pernambuco vem seguindo um caminho que o afasta dos seus princípios éticos fundamentais. Desde 2012, nas prévias para eleição à Prefeitura do Recife, vimos o PT desprezar sua democracia e descumprir suas decisões de encontros do partido.

Desde então, as posições políticas vêm sendo tomadas sem a necessária discussão com a base partidária. Para o PED, os 300 Delegados eleitos em cima da tese de candidatura própria simplesmente viram suas posições desconsideradas e a proposta de convocação de plebiscito interno para aprofundar a discussão dessa tática eleitoral negada.

Por fim, ficou definida de forma antidemocrática e arbitrária, a atual coligação para a majoritária no Estado, uma posição difícil de ser carregada nesta campanha, em face das inúmeras contradições com as bandeiras do PT na defesa e luta dos trabalhadores.

Lideranças com mandatos tentam o tempo todo impor suas posições políticas ao partido, as quais carecendo de lógica democrática atendem somente seus próprios interesses, numa tentativa de transformar o PT de Pernambuco em um partido de cúpula e de donos, de mandos e de desmandos.

Neste momento é impossível não reconhecer que a aliança história Frente Popular, da qual sempre estiveram juntos PT, PSB e PCdoB trouxe conquistas irrefutáveis ao povo de Pernambuco. Esta continuidade não pode ser abalada pela disputa presidencial, e muito menos por interesses individuais.

Acreditamos que os melhores resultados para o País somente serão alcançados com Dilma presidenta pelo seu caráter e honradez e pela sua capacidade de diálogo com os movimentos sociais, na perspectiva de sempre fazer mais. Mas para o Estado de Pernambuco, acreditamos firmemente em Paulo Câmara governador e Fernando Bezerra Coelho senador. Reiteramos diante deste gesto de apoio às candidaturas estaduais verdadeiramente dedicadas aos pernambucanos, nosso compromisso com as raízes democráticos do nosso Partido.

No PTLM tomam essa posição, 80 diretores municipais do PT, cinco presidentes municipais do PT, três dirigentes estaduais do PT e dois membros da Executiva Estadual do PT.

Coletivo estadual<BR>
Gilson Guimarães – Paulista ,Executiva Estadual do PT
Sidônia (doninha) – Recife , Executiva Estadual do PT
Elizeu Coelho – Abreu e Lima , Presidente do PT de Abreu
Rafael Araújo – Recife, Setorial Criança e adolescente
Iran Ferreira – Abreu e Lima ,Executiva Municipal de Abreu
João Jacinto – Gloria de Goitá, Presidente do PT de Gloria
Gilson Magalhães - Olinda , Setorial de Meio Ambiente
Francisco Assis – Rio formoso ,Presidente do PT de Rio Formoso
Soraia de Santana - Recife ,Movimento de luta da Moradia
Arlete Araújo – Recife , Executiva Municipal do Recife
Cláudia Patricia – Recife Setorial da Saúde
Sebastião Pereira – Vitória ,Presidente do PT de Vitória
Evandi Oliveira – Cumaru , Executiva Municipal de Cumaru
Roberta Monteiro – Cumaru, Executiva Municipal de Cumaru
Alberto Rocha – Gloria de Goitá , Executiva Municipal de Gloria
Erivan Marinho – Abreu e Lima , Executiva Municipal de Abreu
Jose Leão – Recife, Setorial Sindical
Laudemir França – Jaboatão,Setorial Sindical
Jaime Guimarães – Camaragibe , Membro DM
Valdelina – Recife , Membro do DM

 COMENTAMOS:
 O PT de Pernambuco rachou outra vez? Ou será esperteza?

Teriam esses "indignados petistas" se bandeado para os lados de Paulo Câmara para não ficarem na chuva quando da derrota de Armando Monteiro. Será?

Mesmo que não se saiba ainda, o tamanho real e a força desse grupo dissidente, de qualquer forma esse é uma má notícia para os lados de Armando e uma, boa para, Paulo e Bezerra. Será que isso vai se refletir nas pesquisas e nas urnas?

Dimas Dantas e Eduardo da Fonte realizaram grande carreata em Pão de Açúcar

A comunidade de Vila do Socorro foi o local escolhido para a concentração da grande carreata com os candidatos Dimas Dantas (PP) e Eduardo da Fonte (PP) em Taquaritinga do Norte, no último sábado (27).

Junto com Milton Cícero, que se firma cada dia mais como grande liderança política oposicionista no município, o candidato a deputado estadual Dimas Dantas(PP) e o deputado federal Eduardo da Fonte (PP) percorreram com muita animação, as principais ruas do distrito de Pão de Açúcar em uma carreata que agitou a tarde do sábado na Capital da Camisaria.

Muito carismático, o deputado federal Eduardo da Fonte foi carinhosamente recebido pela população do distrito, que acenava com sorriso no rosto para o parlamentar que é um dos mais atuantes do nordeste. Homens, mulheres, crianças e o povo do distrito paravam as atividades e corriam para a frente de suas residências para ver a dupla de candidatos que está sendo abraçada em todo município.


A carreata surpreendeu a população de Pão de Açúcar e mostrou a força política de Milton Cícero, que foi candidato a prefeito pela oposição em 2012 e caminha para fazer desta eleição um ponto de partida para mudanças políticas necessárias na Dália da Serra. A dupla defendida por Milton surge como esperança de renovação na política de Taquaritinga do Norte e se torna a opção mais interessante, diante de candidatos adversários desgastados que vem sendo votados no município e não correspondem as necessidades da população.

O evento mostrou mais uma vez a força do grupo de Milton, o bloco de oposição que tem demonstrado ser o mais objetivo e consistente no atual cenário político. A carreata seguiu para o município de Santa Cruz do Capibaribe, principal reduto de Dimas Dantas. Os candidatos voltaram ao distrito por volta das 21 horas onde participaram de um comício na praça central de Pão de Açúcar.








Paulo Roberto Costa revela: Palocci pediu dinheiro da quadrilha que operava na petrobras para a campanha de Dilma


Paulo Roberto depondo na Polícia Federal e ao Ministério Público afirmou que em 2010, foi procurado por Antonio Palocci, um dos coordenadores da campanha de Dilma Rousseff à Presidência, com um pedido de de R$ 2 milhões.
Montagem Veja
Segundo Paulo Roberto, em 2010, Palocci apelou ao esquema corrupto
para financiar a campanha de Dilma 

Fonte: Veja

O engenheiro Paulo Roberto Costa, que está preso na Polícia Federal do Paraná, deve ser solto até segunda-feira. Será monitorado por uma tornozeleira eletrônica. A liberdade é parte do acordo de delação premiada. De saída, pode-se afirmar que a concessão só está sendo feita porque se considera que, até aqui, ele efetivamente está contribuindo para desvendar os meandros dos crimes cometidos pela quadrilha que operava na Petrobras.

Há duas semanas, VEJA revelou parte do que ele disse à Polícia e ao Ministério Público, incluindo a lista de políticos que, segundo ele, se beneficiaram do esquema. Lá estão cabeças coroadas do Congresso e também o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto.

Na edição desta semana, VEJA revela um conteúdo que compõe o núcleo atômico da denúncia. Paulo Roberto liga o esquema corrupto à eleição de Dilma Rousseff em 2010. É isso mesmo!

Costa, como se sabe, era diretor de Abastecimento da Petrobras. Por sua diretoria, passavam negócios bilionários, como a construção de refinarias, aluguel de navios e plataformas e manutenção de oleodutos. Ele chegou ao posto em 2004 — e lá permaneceu até 2012, já no governo Dilma — pelas mãos do PP, mas foi adotado depois pelo PMDB e pelo PT.

As empreiteiras que negociavam com ele pagavam 3% de comissão, e o dinheiro era distribuído, depois, a políticos. Sim, Paulo Roberto pegava a sua parte. Só em uma de suas contas no exterior, há US$ 23 milhões.

Era íntimo do poder. Lula o tratava por “Paulinho” — o Apedeuta, como se sabe, é doce com os amigos…

Pois bem: Paulo Roberto revelou à Polícia Federal e ao Ministério Público que, em 2010, foi procurado por Antonio Palocci, um dos coordenadores da campanha de Dilma Rousseff à Presidência. O ex-ministro da Fazenda, que já tinha sido membro do Conselho da Petrobras, precisava, com urgência, de R$ 2 milhões.

Sim, vocês entenderam: pediu, segundo o engenheiro, que a quadrilha que traficava com o interesse público lhe arrumasse a dinheirama.

Nota à margem: em 2010, Palocci era um dos três homens fortes da campanha de Dilma. Os outros dois eram José Eduardo Cardozo, hoje no Ministério da Justiça, e José Eduardo Dutra, hoje numa diretoria da Petrobras. Dilma os apelidou de seus “Três Porquinhos”. Palocci, um dos porquinhos, virou ministro da Casa Civil, mas teve de deixar o cargo porque não conseguiu explicar como ficou tão rico atuando como… consultor. Adiante.

Dilma tem feito o diabo para sustentar que não sabia da casa de horrores em que havia se transformado a Petrobras. Como notou um ouvinte de “Os Pingos nos Is”, o programa diário que ancoro na Jovem Pan, a “candidata Dilma” é aquela que finge saber tudo, e a “presidente Dilma” é aquela que nunca sabe de nada.

O dinheiro, afinal, foi parar no caixa dois da campanha de Dilma? A ver. Paulo Roberto operava por cima: negociava a propina com as empreiteiras, pegava a sua parte e depois deixava a cargo dos políticos. A sua diretoria pertencia à cota do PP — e foi a essa cota que Palocci pediu o dinheiro. A distribuição da bufunfa era feita pelo doleiro Alberto Youssef, que também fez um acordo de delação premiada. Ele poderá dizer se a dinheirama ajudou a financiar a campanha da agora presidente, que concorre à reeleição.

Embora adotado pelo PMDB e pelo PT, reitere-se, Paulo Roberto era o homem do PP. Os petistas, no entanto, tinham também o seu braço na estatal: Renato Duque, que ficou 10 anos na Diretoria de Serviços. Segundo Paulo Roberto, Duque operava exclusivamente para os petistas.

Não percam isto de vista: de acordo com a denúncia, Palocci foi pedir R$ 2 milhões da cota do PP. Se mais pediu de outras cotas, eis uma possibilidade que tem de ser investigada.

Atenção! Paulo Roberto Costa só poderá ser beneficiado pelo estatuto da delação premiada se as informações que fornecer forem úteis à investigação. Se está prestes a sair da cadeia, é sinal de que a apuração está avançando.

Palocci e Dilma negam qualquer irregularidade e dizem não saber de nada.

Homem faz refém em hotel em Brasíia: Polícia posiciona atiradores

Polícia posiciona atiradores de elite em cerco a sequestrador em Brasília

Homem armado algemou funcionário e ameaça explodir hotel Saint Peter.
Hotel foi esvaziado; negociadores tentam fazer com que homem se renda.

Raquel MoraisDo G1 DF

Policial civil armado em frente ao hotel Saint Peter, em Brasília, onde homem faz um funcionário refém
(Foto: Raquel Morais/G1)
A Polícia Civil informou que atiradores de elite foram posicionados e aguardam autorização para disparar contra o homem que invadiu o hotel Saint Peter no centro de Brasília na manhã desta segunda-feira (28) e fez um mensageiro de refém. A corporação não quis informar o número de atiradores ou o total de policiais envolvidos na operação.

O sequestrador colocou um colete, supostamente com dinamite, no funcionário. "Temos 98% de certeza de que são explosivos", disse o delegado Paulo Henrique Almeida. Nas imagens do refém, é possível ver que o colete tem uma fileira de objetos cilíndricos. Se for mesmo dinamite, a carga tem capacidade para danificar a estrutura do hotel, segundo a polícia.
"Ele nos deu um prazo para atender as exigências dele – saída da Dilma, extradição de Cesare Battisti e aplicação efetiva da Lei da Ficha Limpa – e esse prazo está acabando. Ele disse que vai explodir, caso não o atendamos" Paulo Henrique Almeida, delegado.
Almeida afirmou que não vai dizer qual é o prazo dado pelo sequestrador, mas informou que é inferior a seis horas.

De acordo com testemunhas, o sequestrador fez o check-in por volta das 8h30. Às 8h40, subiu para o 13º andar e bateu de quarto em quarto mandando os hóspedes descerem e informando que se tratava de uma ação terrorista.

Um publicitário de Ribeirão Preto (SP) que está no DF a trabalho conta que foi abordado pelo homem às 8h40. "Ele bateu na porta do meu quarto e mandou juntar todas as coisas e descer. Estava armado e com o mensageiro já algemado, cheio de bombas no corpo", diz.

Segundo o publicitário, que não quis se identificar, o homem passou em todos os quartos mandando os hóspedes descerem. O publicitário desconfiou que fosse um assalto. "Depois, enquanto eu terminava de juntar as coisas, ele voltou no meu quarto e disse que não era roubo nem nada, era terrorismo. Que ele não estava brincando."

'Vazamento de gás'
Os lutadores de MMA e irmãos Minotauro e Minotouro, que estavam hospedados no hotel, tiveram de deixar o quarto às pressas após serem informados de que havia um vazamento de gás. Eles participaram do Brasília Capital Fitness, evento sobre atividade física realizado no final de semana.

Minotauro disse que eles estavam hospedados no quarto andar do hotel e não ficaram sabendo de nada sobre o sequestro. "A gente desceu pelo elevador. Lá dentro não ficamos sabendo de nada. A primeira informação foi que estava tendo um vazamento de gás, que era para a gente sair o mais rápido possível."

O lutador disse que demorou a deixar o hotel porque estava tomando café da manhã. "Quando chegaram ao meu quarto eu tinha saído para tomar café, então quando voltei os quartos já estavam todos abertos, ninguém tinha nenhuma informação."

O hotel Saint Peter é o mesmo onde o ex-ministro José Dirceu, condenado no processo do mensalão, iria trabalhar ganhando R$ 20 mil mensais. Dirceu acabou desistindo do trabalho devido à repercussão negativa do caso. O imóvel está localizado no Setor Hoteleiro Sul, às margens do Eixo Monumental, e possui 400 quartos distribuídos em 15 andares.