sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Ainda hoje - O que o carro da secretaria de educação de Taquaritinga estava fazendo em uma rua residencial de Santa Cruz, perto de um salão de depilação - Ainda hoje aguardem ...






ARBITRARIEDADES DO JUIZ ACLAMADO COMO DEUS

O famoso caso do juiz João Carlos de Souza Correa encerra boa parte dos problemas do Judiciário brasileiro, em especial o espírito de corpo.

A agente fiscal Luciana Tamburini, que o chamou de Deus numa batida da Lei Seca, quis ser irônica, mas foi precisa. Correa e seus colegas têm, de fato, natureza divina. Isso ajuda a explicar uma carreira tão rica em arbitrariedades permitidas e, em consequência, alimentadas por seus iguais.

Em 48 horas, recebeu dois presentes: o TJ do Rio de Janeiro manteve a decisão do desembargador José Carlos Paes condenando Luciana a pagar-lhe de 5 mil reais. E o jornal O Globo será obrigado a desembolsar 18 mil reais de indenização por causa de uma matéria de 2011 que contava, entre outras coisas, que Correa dera voz de prisão a funcionários de uma empresa que foram a sua casa cortar o fornecimento de energia por falta de pagamento.

Correa faz, basicamente, o que quer. Sua passagem por Búzios é recheada de escândalos. Titular da 1ª Vara da Comarca local entre 2004 e 2012, ganhou em 2011 um abaixo-assinado da população pedindo sua saída.

Brigou com turistas, deu voz de prisão a uma jornalista, teria tentando entrar num navio de cruzeiro para ir ao free shop. Autorizou o despejo de 10 mil famílias numa disputa por uma área de 5 milhões de metros quadrados. Um advogado reivindicava a posse da terra contra as pessoas que tinham registro por usucapião. O substituto de João Carlos em Búzios, Marcelo Alberto Chaves Villas, acabou anulando a medida, classificando-a como “constrangedora”.

A justificativa do desembargador Paes para manter a multa da fiscal Luciana Tamburini é memorável. “Tratando-se de uma operação de fiscalização do cumprimento da Lei 12.760/2012 (Lei Seca), nada mais natural do que, ao se identificar, o réu tenha informado à agente de trânsito de que era um juiz de Direito”, escreveu.

Bem, se isso não é carteirada, o que é? Se fosse um eletricista, digamos, qual teria sido o efeito da frase? Ainda segundo o desembargador, a fiscal “zombou do cargo por ele (Souza) ocupado, bem como do que a função representa na sociedade”.

O aspecto positivo do imbróglio é ter jogado luzes sobre os desmandos da categoria. Na internet, surgiram várias páginas de protesto contra o juiz.

“Eles só perdem mais crédito na sociedade”, disse Luciana, que declarou que vai recorrer “até ao tribunal de Deus” para reverter a decisão. Ela ainda não entendeu quem manda ali.

(Kiko Nogueira - Contexto Livre)

quinta-feira, 20 de novembro de 2014


Grupo calabar abandona Pão de Açúcar

Natal de Lero e Evilásio em Pão de Açúcar em 2014
Estamos chegando no final de ano, época de comemorar o natal, e é visível pelas as ruas do distrito de Pão de Açúcar o descaso do prefeito Evilásio e do vice prefeito Lero, com a população. Os dois venceram as eleições de 2012, sob discurso de implantar uma mudança que revolucionaria o município, porém após dois anos de uma segunda gestão, o grupo calabar não tem conseguido fazer uma administração que Pão de Açúcar merece.

Para não sofrerem o mesmo desgaste, membros do grupo que levaram o prefeito ao poder ensaiam um abandono que só esta acontecendo porque o prefeito não abraçou o projeto pessoal do vice prefeito.

Grupo Político esfacelado:

Logo no primeiro ano de sua gestão o prefeito Evilásio avisou para que veio, mas sem pensar no povo, e visando apenas o poder, o vice prefeito Lero pediu mais uma chance para Lazim em 2012, se responsabilizando de tudo que ele viesse a fazer no distrito.
 
Saúde:

A saúde passa por uma crise e conta com pouco investimento em sua estrutura. Uma UBS construída pelo prefeitura no bairro Badoque, faz mais de seis meses que esta pronta, mas ainda não esta funcionando. Hospital faltando medicamentos e plantonistas.
 
Agora, resta ao povo, entender que o modo calabar de governar esta saturado, pena que a oposição continue cometendo os mesmo erros, e corre o risco de perder as eleições mesmo o grupo de situação estando dividido.

O modo calabar de governar esta saturado em Taquaritinga do Norte

Agora fica a pergunta:

De quem é a culpa da destruição da quadra do colégio Gilzenete Guerra?

O Piscineir - Tudo em caixas de água e piscinas pelos mlhores preços




OPINIÃO: Sobre o estado de "calamidade pública" em Taquaritinga do Norte

Uma coisa os políticos deveriam saber: a pessoa que exerce um cargo público não é dono deste. O gestor público tem dois corpos. Um é dele,pessoa natural, com direitos e deveres. Outro é o que ele deve assumir quando governa um município ou um Estado.

Assim, o Evilásio deveria agir com honestidade, com o corpo e com a personalidade de prefeito, que o povo lhe conferiu, através do voto. Esta briga dele com o Lero só traz prejuízos. Não só ao povo de Pão de Açúcar, mas a todos do nosso município.

Até parece que sua vida política se encerra com o fim de seu mandato, o que não é verdade, pois como jovem que é, Evilásio tem vida política longa.

Sabemos que o Brasil, passa e passará por um período difícil, mas basta ao prefeito deixar de ir à Brasília, só aumentando as despesas com diárias, e administrar o município com mais competência. 

Cabe ao Evilásio respeitar a liderança de Lero. E se Lero não for seu candidato preferido cabe aos elementos do grupo Calabar, escolher o melhor. Só Não pode é o povo de Pão de Açúcar pagar, com o desprezo, com a falta de higiene das escolas, com a falta de saúde, com a falta de segurança e por último a obra do açougue seja concluída.

Há, para não esquecer, Gravatá do Ibiapina, também tem problemas que precisam ser resolvidos.

*Antônio Martins de Farias é advogado e filho de Taquaritinga do Norte, atualmente reside no Rio de Janeiro.

VEREADOR DEMAR: "SOU CANDIDATO À PRESIDÊNCIA DA CÂMARA"

O vereador Demar disse neste domingo que é candidatíssimo à vaga de presidente da Câmara de Vereadores de Taquaritinga do Norte

DEMAR, JÂNIO ARRUDA E ROBERTO CARLOS
A eleição que acontecerá no dia 04 de dezembro para a escolha do presidente da Casa Miguel Lucas de Araujo ganha ingredientes novos a cada momento e promete ser acirrada e cheia de lances inesperados.

Além do vereador Geovane, que já colocou seu nome à disposição, agora foi a vez do vereador Demar falar que também quer ser o presidente da Câmara.

"Eu sou um dos candidatos, eu não abro, pois vejo tantos jogos errados e pensamentos de poderes inadequados que agora me propus a disputar a presidência. Aqui na casa todos estão imbuídos de aprovar os projetos do interesse da população, por isso não me vejo como candidato de oposição. Essa questão da presidência deve ser decidida pelos 11 vereadores. Tem prefeito, vice prefeito e cabos eleitorais se metendo. Digo a eles que não se metam. E tenho certeza que tudo isso será decidido na véspera da eleição. Eu posso ser o presidente, vejo essa possibilidade", disse o vereador Demar.


Taquaritinga do Norte aparece na lista dos municípios que descumprem a Lei de Responsabilidade Fiscal


O vereador Jânio Arruda (PSD) criticou em seu blog, na manhã desta quinta-feira (20) o aparecimento de Taquaritinga do Norte na lista dos municípios que descumprem a Lei de Responsabilidade Fiscal. A lista foi publicada em uma matéria da edição de hoje do Jornal do Commercio. Confira o que disse o vereador:
Gestão pública - praticamente metade das cidades pernambucanas ultrapassa, atualmente, o limite legal para comprometimento da receita com despesas de pessoal.  Taquaritinga do Norte é 12ª colocada, entre as piores, compromete atualmente com pessoal 67% da receita com despesas de folha de pagamento (pessoal), que corresponde ao valor de 24,9 milhões de reais, neste ano de 2014 até a data apurada, faltando ainda os pagamentos até o 31 de dezembro, quando a receita até o final deste exercício está estimada em 40,0 milhões de reais. 
A pífia administração, que implantou o modo calabar de governar, levou o município a uma situação de caos, hoje a prefeitura sustenta uma folha de pagamento onde boa parte lá está, apenas por questões políticas é um verdadeiro "curral eleitoral", são votos caríssimos e quem paga a conta é o povo de nossa bela e desgovernada Taquaritinga do Norte.
Por Paulo Pereira

Ex-jogador Oscar Schmidt é vaiado e xinga plateia em palestra em Caruaru


O ex-jogador de basquete da Seleção Brasileira Oscar Schmidt, de 56 anos, foi vaiado durante palestra realizada no último domingo (16) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Mais de dois mil alunos de uma faculdade particular do Interior pernambucano estiveram presentes no evento realizado em um shopping center da cidade. A palestra repercutiu negativamente nas redes sociais. O jogador foi alvo de críticas.
De acordo com Marcos Ferreira, aluno de educação física, que esteve na palestra, o ex-jogador foi “grosseiro com o público” e não estaria preparado para realizar palestras. “Nós tivemos que passar por momentos constrangedores. Ele começou a falar vários palavrões desnecessários, foi mal educado com as pessoas. As pessoas que foram para admirar e ouvir a história dele começaram a vaiar. Ninguém estava acreditando naquilo. Mais de 500 pessoas abandonaram a palestra antes da metade”.

Ainda segundo Marcos, Oscar começou a ficar irritado por causa de uma falha no sistema de som do evento. “O microfone sem fio dele estava dando interferência e ficava fazendo um barulho. Ofereceram outro microfone para ele, mas ele disse que não usava aquele tipo porque era microfone de amador. Enfim, eu fui ver um exemplo, esperando levar ensinamentos para minha vida profissional, e saí com uma sensação terrível. Ele disse que sairia com uma má impressão de Caruaru, mas ele que destruiu tudo que nós pensávamos sobre o atleta”.

A estudante de Letras Cybeli Oliveira também reclamou da condução da palestra. Ela fez um texto e publicou em uma rede social.  Segundo ela, “a palestra foi uma total baixaria, chamou vários palavrões, insultou e humilhou a plateia em todos os momentos, reclamava o tempo todo com as pessoas que estavam tirando fotos dele dizendo que estava ali para contar a história dele e não para ser fotografado, pois quem quisesse tirar foto dele poderia ir embora. […] Enfim, só presenciei apenas 15 min de palestra, pois eu e mais centenas de pessoas nos retiramos dali, pois esses poucos minutos foram o suficiente para transformar aquele momento de satisfação e de aprendizado em ódio. Pois em minutos aquele tão desejado palestrante nos mostrou pessoalmente o seu lado mal educado,torpe, grosso, sem escrúpulos”.
A faculdade emitiu nota pedindo desculpas aos alunos que pagaram para assistir à palestra e lamentando o comportamento do ex-jogador. O departamento de marketing da unidade de ensino informou que a escolha de Oscar para ministrar a palestra foi baseada em outras ações feitas por ele em outras instituições de ensino e que “jamais se esperaria o tipo de comportamento adotado por ele diante do público”. A equipe do NE10 Interior ligou diversas vezes para a assessoria de imprensa do ex-jogador, mas as ligações não foram atendidas.


Fonte: NE10

Em Jataúba: Oposição briga, e Vereador Chico diz que é candidato a prefeito



Com o objetivo de facilitar a identificação dos táxis do município de Santa Cruz do Capibaribe pela população e promover a regularização dos taxistas, a Prefeitura Municipal irá intensificar a fiscalização da padronização da frota.

Em reunião ocorrida nesta quarta-feira (19), os secretários de Defesa Social e Mobilidade Urbana, Fábio Aragão, executivo de Mobilidade Urbana, Denilson Souza e executiva de Articulação Política, Jéssyca Cavalcante se reuniram com os presidentes da Associação da União dos Taxistas de Santa Cruz do Capibaribe, Edmundo Torres e Associação Santa-cruzense de Taxistas, Flávio Antônio para anunciar os prazos para adequação e discutir questões da categoria.

O secretário Fábio Aragão informou que a partir do dia 15 de dezembro, a Guarda Municipal e os agentes de trânsito irão intensificar a fiscalização com relação à questão da padronização dos táxis e dar continuidade a inspeção dos taxímetros, grande conquista para categoria e população.

“Com a regulamentação, o taxista vai ganhar mais clientes tanto pela diferenciação promovida pela padronização, quanto pela instalação do taxímetro no qual o consumidor pagará um preço justo pela corrida”, disse o presidente da Associação da União dos Taxistas de Santa Cruz do Capibaribe, Edmundo Torres. 

Atualmente Santa Cruz do Capibaribe conta com um total de 88 táxis cadastrados junto à prefeitura.

014 FILHO DE PELÉ PEGA 33 ANOS DE CADEIA

Edinho com expressão de tristeza no olhar

Edson Cholbi Nascimento, o Edinho, filho de Pelé, foi mais uma vez preso na tarde desta terça-feira. O ex-goleiro terá de cumprir a pena de 33 anos e 4 meses por conta de lavagem de dinheiro e associação ao tráfico de drogas.

Edinho foi condenado à pena ainda em julho, mas ficou uma semana atrás das grades e acabou libertado para aguardar o julgamento em liberdade.

Além de Edinho, outros quatro réus receberam penas idênticas, dentre eles o traficante Naldinho, que era o chefe da operação, está desaparecido há mais de cinco anos e é considerado foragido.

Edinho não teve muito sucesso na sua carreira como futebolista. Revelado no Santos em 1990, já com 20 anos, o goleiro passou pela Portuguesa Santista e pelo São Caetano antes de retornar ao alvinegro praiano e ser titular no vice-campeonato brasileiro de 95.

Considerado um goleiro mediano, ficou no clube até 1998, quando se transferiu para a Ponte Preta. No entanto, mais um problema com a justiça o fez encerrar a carreira aos 29 anos, depois de ser condenado por homicídio devido à morte de uma pessoa durante um "racha" que o jogador tirou em Santos. Em 2005, ele foi absolvido do crime. (Fonte: MSN Esportes).
Pelé com o seu "menino problema"

PRISCILA GOSTA DE SEXO NA VARANDA

Priscila Pires, uma das gostosonas do Big Brother Brasil 9, abriu o jogo à imprensa, esta semana e falou sobre suas relações sexuais com o marido, o empresário Bruno Andrade.

A morena contou que uma de suas fantasias é transar na varanda do apartamento onde mora, no Rio de Janeiro. “Acho excitante fazer sexo na varanda e imaginar que tem alguém vendo. Mas tem de ser algo que eu não veja, senão fica muito frio e eu me bloqueio. Gosto da dúvida: ‘Será que tem alguém me olhando? O frio na barriga é gostoso. Até dou uma empinada no bumbum’", disse ao site “Ego”.

A bonitona ainda contou suas táticas para não deixar o relacionamento cair na rotina: “Aceito o que ele pedir entre quatro paredes. Vou de submissa a devassa, é só ele pedir”. 

Safadinha essa Priscila, não é mesmo?

CÂMARA FEDERAL TERÁ APENAS 4,3% DE NEGROS


Do jornalista Paulo Veras, repórter no Blog de Jamildo:

Dos 513 deputados federais eleitos em 2014, e que tomarão posse no próximo ano, apenas 22 se declararam negros ao registrarem suas candidaturas junto à Justiça Eleitoral. Em um País marcado por quase quatro séculos de escravidão, o número representa apenas 4,3% da Câmara Federal, considerada a “Casa do Povo” no Brasil. Os dados foram levantados pelo Blog de Jamildo.

Do total de deputados federais, 410 se declararam brancos, ou 79,9% da Câmara. Outros 81 parlamentares disseram ser pardos, o que representa 15,8% do total de integrantes da Casa.

De acordo com o Censo de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem 14,3 milhões de pretos e 82,8 milhões de pardos no País. Esses números representam, respectivamente, 7,6% e 43,1% da população nacional. 

No Brasil, 12 estados elegeram parlamentares de cor negra: Alagoas (1), Bahia (6), Ceará (1), Espírito Santo (1), Maranhão (1), Minas Gerais (2), Paraíba (1), Piauí (1), Rio de Janeiro (3), Roraima (1), Sergipe (2) e São Paulo (3).

Por outro lado, em outros quatro unidades da federação, todos os deputados federais eleitos em 2014 declararam ser brancos: Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins.

Maior colégio eleitoral do País, São Paulo elegeu três deputados negros, um pardo e outros 66 brancos. Segundo o IBGE, 5,5% dos paulistas se declararam pretos em 2010 e 29,1% da população disse ser parda.

(Na imagem Vicentinho, Jean Wyllys e Benedita da Silva, três dos deputados federais eleitos que se declararam negros.).


SÔNIA BRAGA PROCESSA A TV GLOBO


Por Altamiro Borges, em seu blog:

A mídia funciona como a máfia. Mesmo disputando mercados na venda dos seus entorpecentes, as famiglias se protegem.

A Veja cometeu um crime escancarado, tentando interferir no resultado das eleições. A presidenta Dilma utilizou até o último programa do seu horário eleitoral para criticar a tentativa golpista.

O restante da mídia, porém, fez silêncio e blindou a famiglia Civita. Já na semana passada, uma notinha de Keila Jimenez, na Folha, informou que a atriz Sônia Braga está processando a TV Globo pelo não pagamento dos direitos autorais na retransmissão da novela “Dancin’ Days”.

A notícia, porém, simplesmente sumiu dos jornalões, das revistonas e das emissoras de rádio e tevê.

Segundo a jornalista, “a exibição de ‘Dancin’ Days’ (1978) neste ano rendeu ao canal Viva recorde de audiência, liderança na TV por assinatura e uma bela dor de cabeça.

Sônia Braga, estrela da trama de Gilberto Braga, está processando a Globo, cobrando o pagamento dos direitos autorais conexos pela reexibição da obra.
Sônia, que vive a protagonista Júlia Matos na trama, entrou com uma ação contra a emissora na 10ª Vara Cível do Rio, onde cobra, entre outras coisas, uma indenização, uma vez que a novela foi ao ar sem que a rede a procurasse para pagar pelos direitos de imagem, em valores atualizados”.

A famiglia Marinho obteve altos lucros e as estrelas da novela ficaram sem os seus direitos! Simples assim! “Na visão da atriz, que se soma a outro grupo de artistas, liderados por Antônio Fagundes, o Viva é uma canal à parte da Rede Globo e, mesmo pertencendo à Globosat, deve remunerar atores por suas exibições, com o pagamento dos direitos conexos. 
 
Quando uma novela é vendida para o exterior, por exemplo, os atores recebem da Globo entre 5% e 10% do valor pago na época da primeira exibição. Procurado, o Viva diz que licencia conteúdo da Globo e de outras produtoras nacionais e internacionais e que esses fornecedores é que são responsáveis pelo pagamento”, conclui Keila Jimenez.

O imbróglio sobre os direitos autorais poderia render várias reportagens, mas a mídia preferiu fazer silêncio, mantendo o pacto mafioso!

A bola vai rolar - Ypiranga confirma primeiro amistoso‏

Na preparação para a estreia no Campeonato Pernambucano 2015, o Ypiranga realiza no próximo domingo (23), seu primeiro amistoso desta nova temporada contra o time do Serrano-PB, às 16h,  no Otávio Limeira Alves, em Santa Cruz do Capibaribe. 

A equipe alviazulina está na segunda semana preparatória, focando trabalhos físicos e início do trabalho tático e de entrosamento. 

Para o técnico Reginaldo Sousa, a partida será importante para que o torcedor possa ter a noção do time que representará a Máquina no Estadual. “O torcedor poderá conhecer cada jogador em campo, além de vermos a capacidade técnica de cada jogador”, ressalta. 

A equipe ainda realizará outro amistoso no dia 30, faltando definir o adversário. “Temos pouco tempo até o início do campeonato. Serão apenas dois amistosos, mas creio que seja suficiente para fazer uma boa estreia, dia 7 contra o Pesqueira”, diz Reginaldo.
Os primeiros mil ingressos serão vendidos ao preço de R$ 10,00 na bilheteria do Otávio Limeira Alves.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Taquaritinga do Norte


DECRETO 001, de 18 de Novembro de 2014. 

Declara Estado de Calamidade Pública na Sede, no Distrito de Pão de Açúcar, e nas demais áreas do Município de Taquaritinga do Norte, afetadas pelo descaso da Administração Municipal. 

Eu ALBERES XAVIER DE ASSUNÇÃO, cidadão de Taquaritinga do Norte, em pleno gozo de meus direitos políticos, ouvindo diuturnamente os reclamos do povo da cidade, no uso de seus direitos de cidadão, conferidos pelo Parágrafo Único do art. 1º, combinado com o art. 61, “in fine”, § 2º, ambos da vigente Constituição Federal, bem como nos termos da vigente Lei Orgânica do Município, com o respaldo da Câmara de Vereadores de Taquaritinga do Norte,

CONSIDERANDO:  

I – Que o Poder Público Municipal se encontra com o pagamento dos vencimentos dos servidores do Hospital Severino Pereira da Silva em atraso, sem que haja uma definição a respeito;

II – Que a iluminação Pública a cargo da Prefeitura, tanto na sede como no distrito de Pão de Açúcar se encontra deficitária, com várias ruas às escuras, o que tem gerado insegurança e o aumento da violência, através das ações dos marginais;

III – Que as estradas da área rural, compreendendo os sítios, povoados e distritos, se encontram esburacadas, dificultando o acesso, bem como a locomoção da população;

IV – Que o Hospital Severino Pereira da Silva e os Postos de Saúde da Família da sede e dos distritos, encontram-se sem médicos e sem medicamentos para servir a população adequadamente;

V – Que as obras da creche do Distrito de Pão de Açúcar se encontram paralisadas, sem previsão de conclusão ou retorno dos trabalhos e sem que tenha havido os devidos esclarecimentos ao povo;

VI – Que o Sr. Prefeito do Município não mais reside na cidade de Taquaritinga do Norte;

VII – Considerando, por fim, o respaldo dos Senhores Vereadores do Município,

 DECRETA: 

Art. 1º. Fica declarado Estado de Calamidade Pública em todo o território do Município de Taquaritinga do Norte.

Art. 2º. Via de conseqüência, ouvido o Poder Legislativo Municipal, fica o povo de Taquaritinga do Norte autorizado a se manifestar publicamente contra esse estado de calamidade pública e cobrar do Sr. Prefeito do Município que adote as providências necessárias para sanar os fatos relatados acima, num prazo Maximo de 24 (vinte e quatro) horas, sob pena de decretação da vacância do cargo de Prefeito, pela Câmara Municipal, assim permanecendo até que ocorra novas eleições.

Art. 3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. 

REGISTRE-SE,              PUBLIQUE-SE,               CUMPRA-SE. 

Taquaritinga do Norte, aos 18 dias do mês de Novembro do ano de 2014.

ALBERES XAVIER DE ASSUNÇÃO – RADIALISTA A SERVIÇO DO POVO

Espaço para Bivar?

Os bastidores fervem em especulações no que diz respeito ao novo secretariado do governo do Estado, a partir de janeiro próximo, sob o comando de Paulo Câmara (PSB). Cada partido e legenda tentando traçar um cenário que beneficie seu grupo e legenda.  

Os mais otimistas falam em convocação de até quatro deputados federais para contemplar Augusto Coutinho (SD), Fernando Monteiro (PP), Cadoca (PCdoB) e, em outra coligação, Luciano Bivar (PSL), presidente do G-6 que apoiou o socialista.  
A solução de puxar ao menos dois deputados federais e colocar um dos suplentes na equipe seria a ideal para equacionar o problema e afagar os aliados.

Makital

Paulo Câmara abre caminho para se inserir no cenário político nacional

O governador eleito de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), começa a pavimentar o caminho para se inserir no cenário político nacional. Nesta terça-feira (18), em Brasília, o socialista almoçou com o presidente do PSD, Gilberto Kassab, ex-prefeito de São Paulo. O encontro foi intermediado pelo deputado federal e presidente estadual do partido, André de Paula (PSD/PE). “Foi uma conversa informal para que os dois pudessem se conhecer melhor”, definiu o parlamentar.

Na ocasião, segundo André de Paula, Kassab fez questão de lembrar o apreço que tinha pelo ex-governador Eduardo Campos, que morreu há pouco mais de três meses em um acidente aéreo, e que teve uma ativa participação no processo de criação do PSD. “Kassab chegou a dizer que, a partir de agora, Paulo Câmara é para ele o mesmo que representava Eduardo Campos. Ele também se colocou à disposição do governador para o que for preciso”, comentou André.

Paulo Câmara, na verdade, abriu uma porta para futuras parcerias com Gilberto Kassab. O ex-prefeito de São Paulo tem estreita relação com a presidente Dilma Rousseff (PT) e é cotado para assumir um ministério no novo governo da petista. Além disso, mesmo que não chegue a ser convocado para ser ministro, terá um papel importante no governo. “Kassab deverá fazer parte de um desses conselhos que compõem o governo federal”.

A aproximação com Kassab, portanto, será importante para Paulo Câmara que terá em Brasília, uma liderança com quem poderá contar nas intervenções junto ao governo da presidente Dilma. Em Pernambuco, o PSD faz parte da Frente Popular que apoiou a candidatura de Câmara do governo do estado. 

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Petrolão: nova fase da Lava Jato atinge o clube do bilhão



Escândalo de corrupção na Petrobras leva à cadeia representantes de oito das maiores empreiteiras do país e mais um ex-diretor da estatal ligado ao PT.
 
Foto: Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo

CHEFE – Ricardo Pessoa, dono da empreiteira UTC, preso na sexta-feira passada: o "capo" do cartel da Petrobras gostava de repetir que tinha um único amigo no governo – "o Lula"

Em um país de instituições mais frágeis, a prisão por suspeita de corrupção de altos executivos das maio¬¬res empresas nacionais não se efetivaria nunca ou produziria uma crise institucional profunda. Antes, portanto, de entrarmos nos detalhes dessa pescaria da Polícia Federal em águas sujas da elite empresarial, celebremos a maturidade institucional do Brasil — a mesma que foi posta à prova e passou com louvor quando o Supremo Tribunal Federal (STF) mandou para a penitenciária a cúpula do partido no poder responsável pelo escândalo do mensalão.

Esse senhor pesadão, bem vestido, puxando uma maleta com algumas mudas de roupa e itens de higiene pessoal, não está se dirigindo a um hangar de jatos executivos para mais uma viagem de negócios. Ele está sendo conduzido por policiais para uma temporada na cadeia.

A foto mostra o engenheiro Ricardo Pessoa, dono da empreiteira UTC, apontado por investigações da Operação Lava-Jato como o “chefe do clube”. Um clube muito exclusivo, diga-se. Dele só podiam fazer parte grandes empresas que aceitassem as regras do jogo de corrupção na Petrobras.

Detalhe da capa da Veja desta semana
Por mais de uma década, os membros desse clube se associaram secretamente a diretores da estatal e a políticos da base aliada do governo para operar um dos maiores esquemas de corrupção já desvendados no Brasil — e, por sua duração, volume de dinheiro e penetração na mais alta hierarquia política do país, talvez um dos maiores do mundo.

Dono de uma holding que controla investimentos bilionários nas áreas industrial, imobiliária, de infraestrutura e de óleo e gás, Pessoa foi trancafiado numa cela da carceragem da Polícia Federal. Ele e outros representantes de grandes empreiteiras que se juntaram para saquear a maior estatal brasileira e, com o dinheiro, sustentar uma milionária rede de propinas que abasteceu a campanha de deputados, senadores e governadores — e, mais grave ainda, segundo declaração do doleiro Alberto Youssef à Justiça, tudo isso teria se passado sob o olhar complacente do ex-presidente Lula e de sua sucessora reeleita, Dilma Rousseff.

Na ação policial de sexta-feira foram presos dirigentes de empresas que formam entre as maiores e politicamente mais influentes do Brasil: OAS, Camargo Corrêa, Mendes Júnior, Queiroz Galvão, UTC, Engevix, Iesa e Galvão Engenharia. Essas companhias são responsáveis por quase todas as grandes obras do país.

Os policiais federais vasculharam as salas das empresas ocupadas pelos suspeitos presos e também suas casas. Embora tendo executivos seus citados por Youssef e Paulo Roberto Costa, o e¬¬x-diretor da Petrobras preso em março, que está contribuindo nas investigações, não foram alvos das investidas policiais da sexta-feira passada dirigentes de outros dois gigantes do ramo: a Odebrecht e a Andrade Gutierrez. O juiz Sergio Moro recebeu pedido dos procuradores para emitir ordem de prisão contra dois altos executivos da Odebrecht. Negou os dois, mas autorizou uma incursão na sede da empresa em busca de provas.
Foto: Márcia Poletto/Agência o Globo

O ELO – Renato Duque, ex-diretor da Petrobras, que cobrava 3% de propina para o PT: preso depois que a Polícia Federal descobriu que ele tinha contas secretas no exterior
“Hoje é um dia republicano. Não há rosto e bolso na República”, declarou o procurador Carlos Fernando Lima, integrante da força-tarefa encarregada da Lava-Jato, a origem da investigação.

No rol dos empreiteiros caçados pela polícia estavam megaempresários, como Sérgio Mendes, da Mendes Júnior, João Auler e Eduardo Hermelino Leite, da Camargo Corrêa, Ildefonso Colares Filho e Othon Zanoide, da Queiroz Galvão, Léo Pinheiro, da OAS, e Gerson Almada, da Engevix. Uma parte dos alvos não havia sido localizada pela polícia até o fim da tarde de sexta. Alguns estavam em viagem no exterior e foram incluídos na lista de procurados da Interpol. O juiz Moro bloqueou 720 milhões de reais em bens dos investigados.

O papel central de Ricardo Pessoa, da UTC, no esquema foi detectado logo no princípio das investigações. Não demorou muito para que os policiais e procuradores não tivessem mais dúvida. Aos curiosos com sua prosperidade crescente nos últimos anos, Ricardo Pessoa dava uma explicação que, até o estouro do escândalo, parecia apenas garganta:

“Só tenho um amigo no governo: o Lula”.

Pessoa coordenava o cartel, do qual participavam treze empreiteiras. Esse grupo de privilegiados se encontrava para decidir o preço das obras na Petrobras, dividir as responsabilidades pela execução de cada uma delas — e, o principal, o valor da propina que deveria sobrar para abastecer os escalões políticos. Tecnicamente, esse era o grupo dos corruptores.

Os diretores da Petrobras participantes do esquema eram os corruptos. De cada contrato firmado com a Petrobras, os empresários recolhiam 3% do valor, que se destinava a um caixa clandestino. O pagamento era feito de diversas maneiras: em dinheiro vivo e em depósitos no exterior ou no Brasil mesmo, em operações maquiadas como prestação de serviços, principalmente de consultoria — um termo vazio de significado, mas que transmite um certo ar de austeridade e necessidade.

As empreiteiras do esquema firmavam contratos de consultoria com empresas de fachada que embolsavam o dinheiro e davam notas fiscais para “limpar” as operações, que pareciam protegidas por uma inexpugnável confraria de amigos posicionados nos lugares certos em Brasília e na Petrobras. Os recursos desviados abasteciam o PT, o PMDB e o PP, os três principais partidos da base de apoio do governo federal. A investigação mapeou o caminho da propina paga por várias das integrantes do clube. Entre 2005 e 2014, o grupo OAS, por exemplo, repassou pelo menos 17 milhões em propinas apenas por meio do doleiro Alberto Youssef.

Além dos empreiteiros e de seus principais executivos, também foi preso o ex-diretor da Petrobras Renato Duque, apontado como o homem que, no fatiamento da propina, cuidava da parte que cabia ao PT. Esse elo que a polícia começa a fechar entre o diretor corrupto e a empresa corruptora tem atormentado deputados, senadores petistas e altos dirigentes do governo.

Funcionário de carreira, Duque entrou na Petrobras em 1978 — um ano depois de Paulo Roberto Costa — por concurso. Galgou alguns postos ao longo de sua trajetória, mas sua nomeação como diretor, em 2003, surpreendeu a todos. Duque era, então, chefe de setor, alguns níveis hierárquicos abaixo da diretoria. Nunca antes na história da Petrobras um chefe de setor havia ascendido sem escalas à cúpula. A explicação logo se tornou pública. Duque era o escolhido de José Dirceu, com quem tinha um relacionamento antigo. Discreto e de temperamento afável, Duque procurava não ostentar. Entre 2003 e 2012, ele reinou absoluto na diretoria de Serviços. Paulo Roberto Costa revelou à Justiça que, por lá, 3% do valor dos contratos era repassado exclusivamente ao PT.
Foto: Veja

EXPLOSÃO – Fernando Baiano: o lobista, que está foragido, ameaça contar o que sabe e elaborou uma lista com beneficiários de propina ligados ao PMDB
A polícia já descobriu onde estão as contas bancárias que receberam parte desses recursos. Elas foram identificadas por Julio Camargo, dirigente da Toyo, outra empreiteira envolvida no escândalo, que também fez acordo com a Justiça para contar o que sabe. E ele sabe muito, principalmente sobre a distribuição de dinheiro ao partido que está no governo há doze anos e a alguns de seus altos dirigentes.

Foi com base no depoimento de Julio que a polícia decidiu pedir a prisão temporária de Duque e colocar outro funcionário da Petrobras no radar: Pedro José Barusco, que atuou como gerente de engenharia. Barusco só não foi preso porque propôs um acordo de delação premiada.

Os policiais também chegaram a uma personagem que leva o escândalo ao coração do PT: Marice Correa de Lima, cunhada de João Vaccari, tesoureiro do partido, outro investigado. Marice lidava com o que o doleiro Youssef chama de “reais vivos”. Em dezembro do ano passado, a cunhada do tesoureiro do PT recebeu no apartamento onde mora, em São Paulo, 110 000 reais. Origem das cédulas: a construtora OAS. Marice é também mais um elo a ligar o petrolão ao mensalão. A petista apareceu nas investigações do grande escândalo do governo Lula como encarregada de pagamentos.

Outro alvo da operação de sexta-feira, o lobista Fernando Soares, o Baiano, é apontado como o arrecadador do PMDB na Petrobras. Baiano estava foragido. Sua prisão vai ajudar a esclarecer outras frentes de corrupção na estatal — entre elas, a rede de propinodutos instalada no negócio da compra da refinaria de Pasadena, no Texas. E os resultados da Operação Lava-Jato estão apenas começando a aparecer.

Deputados esquecem Pão de Açúcar

Nas últimas eleições Pão de Açúcar vem virando um verdadeiro celeiro de votos de alguns deputados que vem receber os votos e vão embora sem mandar mais notícias.

Na eleição de 2002, um tal de de Raul alguma coisa, teve o apoio de Zeca e Lulu na época prefeito e vice, deram os votos a ele e depois nunca mais se viu notícias dele.

Em 2006, Toinho do Pará teve uma grande votação em Pão de Açúcar, depois abandonou, votou em 2014 pra ter outra grande quantia de votos. Em 2010 foi a vez de Zé Augusto que teve o apoio do extinto grupo federal e de ana Arraes que nuca trouxeram um palito de dente usado para o distrito. Isso sem se falar em um tal de Edgar Moury, Esmeraldo Santos.

Nessa eleição nomes fortes em Pernambuco como Bruno Araújo, André de Paula, Edurdo da Fonte, Ricardo Teobaldo e Pastor Eurico, tiveram expressões de votos  no distrito, mas até agora o único que veio agradecer aos votos foi Teobaldo, ponto pra ele. 

Espero que os outros, olhem melhor para nosso distrito que esta sofrendo com falta de tudo, principalmente com segurança, mesmo que não venham agradecer os votos, mandam pelo menos condições para que Pão de Açúcar consiga melhorar seus gargalos na saúde, educação e principalmente segurança.